Em visita à União Internacional Protetora dos Animais (UIPA) o vereador de Fortaleza conversou com as veterinárias que trabalham no Hospital Universitário do Ceará sobre os problemas enfrentados por quem lida com animais abandonados, quem luta pela causa animal, e aproveitou para discorrer sobre uma das suas emendas para o Código da Cidade, de número 270/2019, aprovada em junho na Câmara Municipal de Fortaleza.

A nova Lei da Cidade veda a exibição de animais de qualquer espécie na apresentação de espetáculo circense ou similar, salvo quando trata-se de eventos sem fins lucrativos, de natureza científica, educacional ou protecional.

Agora, está garantida a proteção aos maus tratos animais.

É claro que a causa animal ainda tem muito a conquistar, mas foi um pontapé inicial, do qual os ativistas da área podem contar com o apoio do vereador de Fortaleza, Sargento Reginauro.

A conversa rendeu tais pontos:

  • Projeto de Lei para que petshops ofereçam animais para adoção
  • Proibição de cortar o rabo do animal ou pintar a pelagem
  • Proibição da venda de animais, evitando que estes sejam tidos como mercadorias e não como seres vivos.
  • Também foi sugerida a obrigatoriedade de vacinar cavalos para que não sejam transmissores de mormo, uma doença que pode ser passada para uma pessoa e levar à morte
  • Criação de assistência para animais via transporte compartilhado

Leia também: Sargento Reginauro apresenta emendas para melhorar Código da Cidade

Comentários